sábado, março 31, 2012

Quebrantado - Vineyard

sexta-feira, março 30, 2012

Espiritualidade na Família

“[...] Eu e a minha casa serviremos ao Senhor.” 
Js 24.15

Um dos grandes desafios familiares é a convivência. Em nossos dias, onde as relações tornaram-se ainda mais superficiais e descartáveis, o desafio é ainda maior. Precisamos investir mais em nossas relações familiares. Veja o que eu e você podemos fazer para melhor conviver em família.

Família como ninho onde a afetividade seja desenvolvida sadiamente. Somos desafiados a sentarmos à mesa, estarmos juntos, ouvindo e sendo ouvidos, imprimindo e recebendo emoções e sentimentos que constroem uma “mente” equilibrada e apta para enfrentar a vida. Precisamos desenvolver mais encontros familiares.

Família como escola, onde se aprende condutas e costumes apropriados. A família deve ser um lugar de integração da personalidade. Lugar para formação do caráter. É no ambiente do lar que forjamos os mais altos valores da existência humana.

Família: um altar da presença constante de Deus. A família pode e precisa ser altar através do culto doméstico, não domesticado, e do culto pessoal de cada membro de uma casa. Deus nos abençoe!

Ore

Senhor Deus, o versículo que li expressa exatamente minha decisão neste dia. Quero minha família diante de teu altar, a começar por mim. Salva meu lar, eu clamo! Em nome de Jesus. Amém.

Extraído Cada Dia - Março 2012  (http://www.lpc.org.br/cada-dia acessado em 30/03/2012)

Deus da minha vida - Thalles

quarta-feira, março 28, 2012

Nos Galhos Secos - Paulo Cesar Baruk

Para nossa alegria o Senhor tem olhado por nós! A glória seja ao Senhor!

terça-feira, março 27, 2012

Autoridade da Pregação

Segue mais um culto doméstico. Espero estimular a vocês nesta prática.

Leitura Bíblica

"Porém um dos serafins voou para mim, trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz;
E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e expiado o teu pecado.
Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.
Então disse ele: Vai, e dize a este povo" Isaías 6:6-9

Meditação

"E chegou a Éfeso um certo judeu chamado Apolo, natural de Alexandria, homem eloqüente e poderoso nas Escrituras.
Este era instruído no caminho do Senhor e, fervoroso de espírito, falava e ensinava diligentemente as coisas do Senhor, conhecendo somente o batismo de João.
Ele começou a falar ousadamente na sinagoga; e, quando o ouviram Priscila e Áqüila, o levaram consigo e lhe declararam mais precisamente o caminho de Deus.
Querendo ele passar à Acaia, o animaram os irmãos, e escreveram aos discípulos que o recebessem; o qual, tendo chegado, aproveitou muito aos que pela graça criam.
Porque com grande veemência, convencia publicamente os judeus, mostrando pelas Escrituras que Jesus era o Cristo." Atos 18: 24 a 28

Apolo era um homem que possuia facilidade em comunicar o evangelho, ele foi instruido nas escrituras e tinha o desejo em seu coração de compartilhar com todos as boas novas da Salvação.

Ele levava a palavra da salvação a todo lugar, mas seu ensinamento não era completo, Aquila e Priscila ao perceberem, o instruiram no caminho do Senhor, e aínda escreveram aos discípulos para que o recebessem e o instruissem nas escrituras.

O Senhor se agrada e é desejoso que servos sejam levantados para pregar o evangelho, pois muitos estão sedentos de Deus, pessoas que ainda não conhecem a salvação.

 O Senhor busca servos com o desejo profundo de levar ao mundo as maravilhas da Salvação com conhecimento e autoridade.

Em I Coríntios 4: 17 vemos que os discípulos transmitiam a salvação através do testemunho.

A igreja tem a função de discipular, para isto é preciso investir no conhecimento das escrituras e buscar em Deus a autoridade, o entendimento e intrepidez.

Palavra pelo Presbítero Agenor Roberto Foresti

Hinos sugeridos (Novo Cântico)

318 - Ceifeiros do Senhor
298 - A Pedra Fundamental 
254 - Sossegai

Ouça a seguir o hino 298:


Orações

Sugerida a oração pelos enfermos e pelos ministérios.

Que Deus nos abençoe!

segunda-feira, março 26, 2012

A justificação pela fé em Jesus Cristo

 Hoje voltamos ao primeiro amor, retomamos os cultos domésticos como faziamos em casa desde minha infância.

Proponho a vocês que iniciem também esta prática saudável de comunhão com sua família e com o Senhor, entregando sacrifício agradável a Deus em louvor, adoração e oração.

Leitura Bíblica

A palavra lida se encontra em Romanos 3 dos versos 21 ao 31, que segue:

" Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas;
Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença.
Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;
Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.
Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus;
Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.
Onde está logo a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não; mas pela lei da fé.
Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei.
É porventura Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente,
Visto que Deus é um só, que justifica pela fé a circuncisão, e por meio da fé a incircuncisão.
Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei."
 
Meditação
 
O Povo de Deus na antiguidade para se redimir de seus pecados faziam sacrifícios a Deus entregando a Ele suas primícias. Com o tempo o povo deixou de entregar as primícias em sacrifício.

O sacrifício já não justificava pois era realizado de forma relaxada. E viu Deus que era necessário não revogar a lei, mas fazê-la cumprir em Cristo Jesus (vs. 25).

Aprouve a Deus em seu tempo, sacrificar seu único Filho em favor de toda a humanidade, estendendo a salvação não apenas aos filhos da promessa, mas também aos gentios, que somos nós, como sacrifício único, perfeito e definitivo.

Satisfazendo assim não por obras mas pela fé em Cristo Jesus a justificação de nossos pecados.

Palavra trazida pelo Presbítero Agenor Roberto Foresti

Cânticos e Hinos

Um dos Hinos que entoamos ao Senhor foi Manso e Suave presente no hinário Novo Cântico, hino de número 201.

Ouça o hino na voz Luiz de Carvalho (versão):


Outro hino também do Hinário Novo Cântico, hino de número 205 - O amor que chama.

Leitura dos Salmos

Salmo 85 - Para a leitura do salmo citado, clique aqui.

Orações

Por termos tratado da justificação de gentios, sendo nós e todo o povo na face da terra gentios, foi proposta a oração pelos servos do Senhor espalhados por todo o mundo, que deixam de viver suas vidas para viver a vida de Cristo, levando o evangelho da salvação desde os lugares com perseguição aos cristãos até os lugares mais livres, onde a fé se esfriou. E para que nós possamos também viver a Cristo, para que a Sua luz em nós possa resplandecer e alcançar mais almas para o Salvador.

Que o Nome de Jesus seja conhecido por toda a humanidade para a Glória do Deus Pai.

Amém.

Culto Doméstico - 26/03/2012

sexta-feira, março 16, 2012

Deus existe!