sábado, junho 21, 2014

Você tem orado ultimamente?


Para ler o versículo proposto clique sobra a imagem ou no link ao lado: Mateus 6:6

quinta-feira, junho 19, 2014

Bom dia! Leituras diárias com Max Lucado

Mais uma indicação! Mas agora de livro! 

Eu estava procurando mesmo um livro com leituras diárias, claro não satisfeita em ler a Bíblia e o Cada Dia online todos os dias, encontrei este livro.

Ele é bem parecido com o Cada Dia, pois tem um versículo chave, uma mensagem e uma oração. Encontrei nele mais um complemento para me aproximar mais da Palavra de Deus e da oração.

O Senhor tem usado muitas formas de falar comigo e realizar alguns chamados. Primeiro o chamado foi quanto à leitura de sua Palavra, e tenho lutado para manter o propósito de ler e meditar diariamente. Pois bem, em confirmação a um novo chamado, desta vez de uma vida de comunhão com Deus através da oração, o livro Bom Dia do Max Lucado vem fechar com chave de ouro uma série de chamados. Vejam o que Max escreve:

Sinopse

Sabia que Deus está muito interessado em ouvir o que você tem a dizer? Ganhar essa consciência é um enorme incentivo para conversar mais com seu Pai celestial e compartilhar todos os momentos de sua vida com ele. Que tal começar com um bom dia? Max Lucado convida você a usar este livro para enriquecer sua prática diária de oração desde os primeiros minutos da manhã. Comece o seu dia com um diálogo sincero e transparente com o Deus de amor, revelado em Jesus Cristo. 

Max Lucado é pastor e escritor, com mais de setenta livros publicados. Serve na Igreja de Oak Hills, em San Antonio, Texas, junto com a esposa, Denalyn.



Gostaria de compartilhar com vocês quais foram os chamados recebidos carinhosamente:

Durante a leitura diária da Bíblia (Mateus 6)
Uma imagem no facebook (Redescobrindo o Evangelho)
Citação na introdução do livro do reverendo Hernandes Dias Lopes (Mães Intercessoras) e uma citação do mesmo durante o culto referente a igreja evangélica da Coréia do Sul, que tem como prioridade em suas vidas orar;
Uma pregação na TV;
Mensagem do Boletim semanal da igreja (Você tem conversado com Deus);
Mais uma vez durante a mensagem no culto;
Sinopse e Introdução do livro Bom dia de Max Lucado.

E-book Bom dia: Leituras diárias com Max Lucado. Max Lucado

Fica claro e bem confirmado o desejo de Deus de que nos aproximemos dEle através da oração!

Tenha em mente que Deus deve ser seu amigo mais íntimo, a Ele você deve contar TUDO, pois mesmo ele sendo onisciente e onipresente, ele deseja de nós um contato diário.

Assim como para mantermos uma amizade precisamos conversar frequentemente, da mesma forma deve ser nosso relacionamento com o Pai Celestial, repleto de momentos de conversa íntima com Ele!

Convido vocês assim como o Senhor me convidou: Vamos orar mais?

Priscila Roberta Foresti

quarta-feira, junho 18, 2014

Você tem conversado com Deus?

“Então vocês clamarão a Mim, virão orar a Mim, e eu os ouvirei. Vocês Me procurarão e Me acharão quando me buscarem de todo o coração.” Jr 29: 12,13

Que certeza Jesus nos dá de que Ele nos ouve e responde as orações? "Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta.” Lc 11:9

A oração é uma conversa que envolve falar e ouvir. É isto que Jesus responde: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele e ele comigo.” Ap 3:20

A oração pode se tornar um estilo de vida para o cristão. “Orem continuamente. Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deis para vocês em Cristo Jesus.” 1 Ts 5: 17,18

Temos sido negligentes na oração. Quando não oramos é porque nos julgamos autossuficientes e não precisamos de Deus. Consequentemente, desobedecemos a Ele e não somos abençoados.

Além dos muitos exemplos bíblicos de oração de servos de Deus, temos o exemplo maior: o de Cristo.

Que Deus nos abençoe e aumente nosso desejo de orar.


Rev. Clemilton Alves de Melo

terça-feira, junho 17, 2014

A ORAÇÃO DA SONDAGEM

“Sonda-me, ó Deus...vê se há em mim algum 
caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.” 
Sl 139.23,24

O coração humano é um abismo tenebroso. Suas paredes são sombrias. Seu corredor, um labirinto sem luz. O recôndito da alma humana é como um porão escuro cheio de tralhas. É um recipiente propício para acumular toda sorte de impureza. O coração é uma fábrica de maldade. Por isso, quem faz a oração da sondagem está disposto a se expor diante daquele que esquadrinha o coração. Mesmo sabendo que o Senhor é puro de olhos e não pode contemplar o mal.

Mesmo assim, pede ao Senhor para vasculhar o seu coração. Sabe que o Senhor pode achar algo desagradável no recinto de sua alma. O servo de Deus, porém, faz a oração da sondagem porque sabe que somente Deus tem poder para remover os entulhos de seu coração. Aquele que sinceramente faz esta oração deseja ser conhecido como realmente é, por aquele que conhece tudo e vê todas as coisas. Quem faz a oração da sondagem está disposto a passar pelo crivo da prova do sondador.

O suplicante que almeja ser guiado pelo Salvador faz a oração da sondagem. Peça ao Senhor para sondar o seu coração agora. E, se porventura, for encontrada alguma impureza em seu coração, não deixe para depois. Faça o magno pedido: guia-me pelo caminho eterno. Deus pode purificar o seu coração, endireitar a sua vida e firmar os seus pés.

Referência para leitura: Salmo 139. 1-24

Extraído Cada Dia de 17 de junho de 2014

quarta-feira, junho 11, 2014

Encontro de Casais - Graça Filmes

SINOPSE

Três casais, desiludidos com o rumo de seus casamentos, decidem participar de um encontro de casais em um resort em um lugar paradisíaco nas montanhas. Enquanto as mulheres acham que podem provocar uma mudança radical em seus companheiros, os homens estão à procura apenas de um pouco de diversão. Um filme romântico e leve, que fala sobre relacionamento conjugal e mostra, de forma prática, como reviver ou salvar um casamento.

Com Jeff Fahey, David White e Victoria Jackson




Gênero: Vida Conjugal
Duração: Aprox. 90 minutos
Idioma: Português / Inglês
Legenda: Português / Inglês
Formato: 16x9 FullScreen
Região: ALL
Classificação etária: Livre

Se interessou? Veja mais detalhes e onde adquirir em http://www.gracafilmes.com.br/filme/encontro-de-casais/

terça-feira, junho 10, 2014

Sal da Terra e Luz do Mundo

“(...) Como diz o teólogo Jurgen Moltmann,‘a humanidade não precisa de um cristianismo que chame o mundo de mau e vire as costas para ele; a humanidade espera por um cristianismo revolucionário que chame o mundo de mau e o transforme’. Exatamente pelo fato de que Jesus nunca disse que teríamos que dar as costas para a sociedade, mas sim influenciá-la com os valores dele até colaborarmos para algum nível de Mateus 5.13-16 diz 'vocês são o sal da terra e luz do mundo'. Na sua oração contida em João capítulo 17 ele afirma que ‘não quer que saiamos deste mundo, mas que sejamos preservados do mau que nele habita’. Sendo assim, existe uma ética cristã para a qual somos chamados não só a viver individualmente, mas a compartilhar em todas as nossas relações com o fim de oferecer uma alternativa a este mundo tão decomposto de valores. O mundo que não devemos amar não são as pessoas nem as instituições e sim a cultura que permeia e influencia os hábitos promovendo tudo o que não colabora nem para o amor a Deus nem para o amor ao próximo (...)”

Café com Deus

domingo, junho 08, 2014

Sobre quem a Bíblia fala?

sábado, junho 07, 2014

Praticar a Justiça

“(...) Nós estamos fora de moda quando deixamos nossa irritação agredir os ouvidos e os sentimentos das pessoas; quando lhes negamos ajuda porque fechamos o bolso e o coração pela avareza; quando, por meio de ofensas, dizemos coisas ás pessoas que denigrem seu valor e sua autoimagem. Glorinha Kalil, jornalista e consultora de moda, enumera alguns itens do que é realmente ‘ser chique’: “é conversar com o porteiro do prédio onde você mora e com a faxineira... É dar bom dia a todos com sinceridade... É saber escutar as pessoas... É conviver bem com as diferenças... É ser honesto nos negócios... É honrar a sua palavra...  É ser grato a quem o ajuda...  É ser correto com todos... É questão de educação... É SER e não TER (...)”

“(...) o ponto de vista da Justiça na Bíblia começa com a percepção clara de que Deus é o supremo juiz dos atos humanos. Isso transparece em vários textos bíblicos: 2 Timóteo 4.8 -  1 Coríntios 4.3-5 -  2 Coríntios 5.10.  E além deste fato, a justiça bíblica começa, necessariamente de baixo para cima. Com uma advertência para que pessoalmente, cada um de nós faça o que é justo na presença de Deus e dos homens.
Exigir, então, a Justiça, significa primeiro examinar os próprios atos e comportamento para depois cobrar o que é justo dos demais (...)”

sexta-feira, junho 06, 2014

Mágoa, não deixe isso matar você

"Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.

Não deis lugar ao diabo.

Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.

E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.

Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós,
Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo." Efésio 4: 26-32

quinta-feira, junho 05, 2014

Eu sei

"Tu me cercas por trás e pela frente, e pões a tua mão sobre mim." (SI 139.5)

"Eu sei" significa ter certeza de algo. Quando eu sei é dito pelo Senhor, isto se torna consolador, confortante, isso se torna uma afirmação de alguém que sabe todas as coisas e está acima de tudo. Quando Deus nos diz "Eu sei" isso também quer dizer que ele sabe tudo ao nosso respeito. Para mim, significa que ele pode me livrar de qualquer coisa e me orientar naquilo que devo fazer, e o melhor é que posso me entregar totalmente e confiar nele. Há momentos na vida em que Deus parece nem se ocupar conosco, que não se importa com o que está acontecendo, que está longe. Porém se estamos passando por algum momento difícil, por uma situação que não entendemos e que achamos insuportável, precisamos lembrar que Deus permanece do nosso lado. Sua palavra nos garante isso. Por isso faz todo sentido entregarmos a ele a nossa vida, confiando plenamente em que ele nos ajudará a sair de qualquer situação, seja livrando-nos do mal que está sobre nós, seja confortando e fortalecendo-nos na nossa situação. É preciso pedir, clamar, suplicar por sua ajuda, mas uma vez isso feito, temos de seguir as suas orientações, obedecendo à sua vontade.

Como se faz isso? Vivendo em íntima comunhão com ele, cultivando a leitura da bíblia e um tempo diário em oração. Pela intimidade com o senhor é que conheceremos cada vez melhor e passaremos a entendê-lo cada vez mais. É a mesma coisa que acontece quando duas pessoas mantêm convívio diário: Quanto mais estiverem juntas, tanto mais se conhecerão, até chegar ao ponto de um simples olhar já mostrar o que o outro quer ou está pensando, ou mesmo mantendo a mesma forma de pensar ainda que longe um do outro por algum tempo. 

A intimidade com o Senhor nos dá certeza que ele está conosco e de que cuida de nós em cada detalhe.”


quarta-feira, junho 04, 2014

Nunca abandone um amigo

“(...) "Judas, com um beijo você está traindo o filho do homem?"(Lc 22.48). Com esta pergunta Jesus se dirige a um de seus discípulos - mais que isso, a um amigo que andou com Jesus durante seu ministério, presenciou vários milagres, ouviu suas palavras, comeu com ele e partilhou vários momentos importantes. Sua amizade, porém, não era verdadeira. Hoje o chamaríamos de "amigo da onça", isto é, aquele que trai, que na frente é uma coisa e pelas costas é outra. Quantas vezes encontramos pessoas assim! Nosso coração se entristece quando alguém muito chegado acaba traindo nossa amizade e confiança. Ah, como é difícil depois de tão grande decepção confiar nos outros novamente. Jesus que passou por isso, ensinou e mostrou o que devemos fazer - amar nossos inimigos (Mt 5.44). Ele chegou ao ponto de morrer por nós na cruz. Jesus também nos ensinou a perdoar setenta vezes sete (Mt 18.21-22), ou seja, sempre que for necessário, e a amar o próximo como a nós mesmos (Lc 10.27).  Sejamos sinceros em nossos relacionamentos, buscando uma amizade verdadeira, com perdão e amor. Que nossos cumprimentos sejam calorosos e expressem nossos reais desejos. Por que amar?  "Porque o amor perdoa muitíssimos pecados" (1Pe 4.8b). Muitos erros e falhas que poderiam ser apontados por falta de amor e perdão não o são quando estes estão bem presentes nos nossos relacionamentos. Lembre-se: Um amigo verdadeiro não trai nem encobre os erros de alguém, mais com amor fala sempre a verdade. Este gera confiança, essencial para se ter boas amizades. Precisamos perdoar e amar para não sermos os "Judas" dos outros, os "amigos da onça". Se não quisermos ter esse tipo de amigos não podemos ser assim. Então construa suas amizades por meio do perdão (...)”

terça-feira, junho 03, 2014

Sofrimento causado pelo adoecimento das nossas emoções


“(...) No entanto há também o agravante de que grande parte do nosso sofrer é proveniente de nossas análises equivocadas acerca das situações. Como os nossos sentimentos são traiçoeiros e enganosos eles nos levam a interpretar as coisas sob um ponto de vista da vitimização. Em alguns casos, por exemplo, o estado de bem estar do outro pode ser, para mim, uma afronta, uma ofensa, se eu estou em uma situação de desvantagem em relação a ele. É isso o que sentiu Asafe ao comparar seu momento de vida com a do ímpio. Ele que passava por alguma forma de restrição se sente ofendido ao ver que o outro prosperava e sorria à toa, mesmo não crendo em Deus. Ele olha para si, para sua fé, e perde o sentido dela quando é dominado pela inveja do seu coração. Neste caso, há uma forma de sofrimento causado pelo adoecimento das nossas emoções. E quanto mais rápido nós detectarmos a origem do verdadeiro sofrer melhor para nossa mente e coração (...)”

Referência: Salmo 73.1-28

segunda-feira, junho 02, 2014

Perdão, uma questão de misericórdia




“(...) O perdão não é uma questão de justiça, mas de misericórdia. Perdoar é espremer todo o pus da ferida e ficar sarado e liberto da mágoa. Perdoar é viver além das lembranças amargas e sepultar no mar do esquecimento as ofensas recebidas (Mq 7.19)(...)”

domingo, junho 01, 2014

Grandes coisas fez o Senhor